Capítulo 241 - DESORDEM
~Seu POV~

Ele voltou a me beijar, mesmo com a arma na mão, -o que não me deixava em desespero pois eu SABIA que ele não teria coragem- segurou as minhas e me fez parar pela sua cintura. Eu JAMAIS deveria confessar isso, mas realmente é aquela história de que os garotos "maus" beijam bem. Tirando esse fato, eu não gostei do beijo porque é completamente errado eu fazer isso.
 Quando paramos eu falei:

- Nunca mais faz isso! Eu já não queria te ver porque...

- Você sabia.

- Sabia! -dei um tapa no peito dele- Eu tenho namorado.

- Não precisa me lembrar disso! -ele aumentou o tom de voz colocando a cabeça entre as mãos mas sem tocá-la.

- Lembro com gosto. 

- Odeio lembrar que gosto de uma menina. -ele disse parecendo falar sozinho.

- Lembra também que você me amou, ama, tanto faz e que eu só te usei pra fazer ciúmes no Cody. 

- E eu ainda te amo... -ele disse. Sinceramente nunca o vi tão sensível assim, difícil enxergar sensibilidade em alguém assim.

- Então para! Como você disse, "menina", essa minha atitude foi de uma menina, procura alguém da sua idade.

- Não quero!

- Não vai dar certo!

- Então você pensou em tentar?!

- Não! -fiz uma pausa- Eu tenho mesmo que ir embora, amanhã eu tenho aula.

  Mike ficou lá parado e triste enquanto eu sai andando. Virei.

- E nunca mais me beije outra vez... -coloquei o cabelo atrás da orelha e fui mesmo embora.


Entrei em casa e todos estavam na sala.

- O que vocês estão fazendo aqui? -perguntei.

- É normal estarmos sempre aqui. -disse Ruby.

- É, esquece. 

Passei por eles e comecei a subir as escadas, ainda bem que não perguntaram nada, até porque isso é raro e sempre alguém q...

- Onde você tava? -perguntou Math. 

  Tava demorando. Girei o pescoço segurando no corrimão. 

- Tava...

- Tá pensando em uma mentira?

- Sim. Eu não to bem, vou subir. 

- Cody, vai lá com ela. -disse Joel.

- Eu quero ficar sozinha, pensar na vida, eu to triste. Por favor, não me leva à mal -disse olhando para Cody- é que... -travei com o choro preso na garganta, no coração- não dá mesmo.

Corri pro meu quarto, entrei no banheiro e chorei. É exagero de adolescente sim mas mesmo assim preciso pensar dessa forma: Isso só acontece comigo, e agora o que eu vou fazer?! Não digo no sentido de ficar com algum deles porque claro, continuarei com o Cody.

~POV Cody~

- Espero que esse "pensar na vida" não seja pensar em terminar comigo. -falei. 

- Acho que não, calma. -disse Alli. 

- Mas vocês acham que ela vai... -Josh deixou o espaço de propósito- se ficar lá em cima sozinha e triste? Nunca ninguém diz que tá triste, se ela disse é porque a coisa tá feia mesmo.

- Acho que não. -disse Math- Ela não tem nada, eu me ce...ce...

- Certificou! -disse Jake demonstrando falta de paciência. 

- Eu me certifiquei disso! -completou Math- E vamos parar de ficar em cima dela tão na cara dura, deve ser chato ter alguém se preocupando com você, te culpando...ela odeia isso!

  
  Eu me controlei muito para não subir lá e talvez dar um abraço nela.

~Seu POV~

Troquei de roupa e fui deitar. Nem deitando a cabeça nestes travesseiros encontro paz. Procurei o meu irmão em seu quarto mas ele não estava lá. Liguei para os meninos e Joel me disse que ele estava com alguma garota. Novidade.
Voltei a deitar e fiquei mexendo no celular até umas duas da manhã quando fiquei com sono. 
No outro dia cheguei na escola e vi no corredor meu namorado abraçando a Abby. Não, eu não me aguentei! 

- Que isso?! -cheguei perguntando.

Ele a soltou na hora.

- Cody, ela tentou me matar de propósito e agora você fica aí... -mano, eu não conseguia nem falar de tanta raiva.

- Desculpa, é que...

- Eu não quero ouvir explicação nenhuma! Olha ela rindo!

Cody a olhou e ela parou.

- Espera,... -ele segurou meu braço. 

- Espera nada! Fica aí com ela, essa relaçãozinha de vocês dois já deu pra mim! -puxei meu braço e sai.

Pra melhorar topei com Lucas, eu tentei sair mas ele me segurou pelo braço. 

- Por que você foi ver ele ontem? -ele perguntou num tom de voz que nunca usara antes. Foi grosso e autoritário. 

- Não quero falar disso. -tentei me soltar.

- Não faz isso de novo.

- Me solta.

- Não vou soltar até você prometer.

- Não tenho que prometer nada pra você. 

- Eu to falando sério. 

- Lucas! Tá machucando!

- Você ainda não viu o que é se machucar de verdade. -ele disse e me soltou. Observei ele saindo.

Encontrei Math com a cabeça dentro do armário. 

- Ei. -o cutuquei. 

- To com sono.

- Fiquei sabendo. -o puxei pela camiseta- Onde você foi? Com quem? 

- Deixa pra lá. -bateu o armário, coçou os olhos e me fitou- Meu olho tá vermelho?

- Tá! -quis bater nele.

- Você não vai gostar de saber.

- Vou contar até três. 

- Eu sai com uma prostituta, relaxa, ela não era tão velha.

- VOCÊ FEZ O QUE?!

- Eu sabia que você ia ficar brava... -ele falou baixinho.

- Claro! Eu não acredito! Pega qualquer menina da escola, quem você quiser mas... -respirei fundo- Foi a primeira vez?

- Não. -ele olhou pro lado ainda falando baixo.

- Não ouvi. -fingi não ter escutado, eu não queria ter escutado.

- Não! Foi a terceira.

- Não vai acontecer de novo. -afirmei.

- ...

- Não é?

- É, é, sei lá! 

- O que tá acontecendo com você? 

- Desespero. -ele respondeu parecendo olhar pra longe. Virei para trás discretamente e vi Alli e Tyler conversando.

- Deixa disso! Você sabe que não vai ter ela, desiste!

- NÃO! VOU SIM! 

- Não grita!

- Sai da minha frente.

- Não fala assim comigo! 

- Falo como eu quiser com quem eu quiser.

- Não reclama quando as pessoas te tratarem da mesma forma. 

- Você fala demais e dá dó de ignorar demais. -ele disse e saiu.

- Eu odeio todos esses meninos! -falei sozinha.

- Iiihhhh, o que foi, menina? -perguntou Alli.

- Você já tá aqui? Oi, Ruby.

- O que aconteceu? -perguntou Ruby.

- O Cody estava simplesmente agarrando a Keep, o Lucas parece outra pessoa e o meu irmão tá ficando mais idiota e doente de amor por você! -olhei para Alli- Não aguento mais!

- Volta pra primeira parte... -disse Ruby.

~POV Alli~

Não, não. Volta pra última parte, "doente de amor". Por mim? Meu coração bateu mais rápido e eu fiquei totalmente alheia da conversa delas. Tudo bem -ou não- Math ser um idiota e mais um pouco mas tem milhares aí atrás dele e ele gosta de mim? Me senti...sei lá. Não importante, mas outra coisa. 

- ALLLLLLLI! -(SeuNome) gritou.

- Oi, eu tava...

- Hmmmmmmmm! -Ruby sorriu. Ah, não! Não! Ela leu os meus...

- Cala a boca! -foi tudo o que consegui dizer mas ela contou à (SeuApelido).

- Querida, então quer dizer que você ignorou tudo o que eu disse? -perguntou (SeuNome).

O sinal tocou e a primeira aula era redação.

~Seu POV~ 

- Vocês vão escrever, COM MATURIDADE sobre alguma experiência especial que vocês passaram. -disse o professor.

- Aeee, Blair, por que você não conta como foi perder a virgindade? Escreve também como foi que o cara te enganou só pra conseguir, aposto que você lembra direitinho de cada palavra. -disse Math em alto e bom som pra toda sala ouvir. 

Eu escancarei a boca assim como Ruby e Alli. Os meninos começaram a rir, eu poderia ter segurado mas ri também, Tyler olhou com uma cara mas não disse nada.

- Ele pediu pra escrever sobre algo especial e não sobre alguma coisa com alguém insignificante assim como você. Eu tenho coisa melhor pra gastar a tinta da minha caneta. -Blair respondeu e na hora toda sala parou pra ouvir a treta.

- Ah, que bom. Eu só queria que todo mundo soubesse, se você quiser, eu escrevo pra ti.

- Chocante. E você lá sabe escrever? 

"ORRRRRA" "Naaaaasss"

- Chega! Vocês dois vão fazer o texto juntos. O resto podem escolher suas duplas. -disse o professor. 

- Bem feeeeeeito! -sussurrei.

- NÃO! -eles disseram juntos.

- Ele não sabe nem escrever! -disse Blair. 

- Calma, meu bem, virgindade só se perde uma vez. Vamos fazer o texto e pronto. -disse Math.

O professor chamou meu irmão até a mesa de Blair e os três conversaram.

- Amor, quer ir comigo? -Cody virou pra mim e perguntou. 

- Já tenho dupla e seu amor tá pra lá. -apontei para Abby e virei para Alli: - Quer fazer comigo?

- Claro. -ela respondeu.

- Mas... -ouvi Cody dizer mas ignorei.

A redação seria pra amanhã, Math e Blair teriam que se ver hoje à tarde e eu quis só ver. No estacionamento do colégio eles estavam conversando e eu ouvi tudo.

- Eu só não vou deixar de fazer essa redação porque não posso! -ela dizia cheia de raiva.

- Ainda bem. -ele disse. Eles estavam consideravelmente muito perto um do outro.

- Você tá ignorando tudo que eu falo!

- É.

- Não me olha com essa cara.

- Que cara?

- A que eu conheço. 

- Olho sim, não to me controlando. 

- Eu tenho que ir embora.

- Eu também. -ele disse e a deu um selinho de provocação.

Voltei pra casa com Alli e Ruby. Ruby terminara o texto na sala, ela ficaria nos olhando trabalhar.

Terminamos umas 16 horas e ficamos no meu quarto conversando. Ouvimos um grito do Math e depois risadas.

- É a risada da Blair. -disse Ruby.

- Eu não precisava saber. -disse Alli.

Levantamos e fomos procurá-loa depois que se fez silêncio. Eles estavam na piscina da copa. Chegamos lá e ela estava de biquíni e ele de bermuda, não nos viram. 

- Porque você me obrigou! -ela disse.

- Da próxima vez não anda de biquíni por baixo da roupa.

- Todo mundo aqui anda.

- Eu vou soltar. -ele disse com duas folhas de papel na mão. 

- Vocês já fizeram a redação? -perguntei.

Blair correu até meu irmão, se jogou em cima dele o beijando, ele jogou as duas folhas pra fora da água e eles foram pro fundo da piscina. Sim, eles estavam sorrindo e felizes, Ruby e eu olhamos pra Alli.
Quando eles levantaram Math a viu.

- Eu não vi vocês aí, só ouvi a voz da minha irmã. -ele disse.

- Nem eu. -disse Blair e parecia dizer a verdade.

- A gente já estava indo mesmo. -disse Ruby e saímos andando. Ainda sim podemos ouvir:

- Caiu lá embaixo! -disse Math. 

- E o que tem lá em baixo? -perguntou Blair. 

- O jardim.

- ...

- Quem pegar primeiro ganha! -ele disse e provavelmente desceram a escadinha que tinha até lá em baixo. 


- Alli, não liga, você sabe que ele é assim mesmo. -falei.

- Eu não vou mais ligar, deixa ele.

- Aii, no que ela tá pensando? -perguntei.

- Melhor você nem saber... -disse Ruby. 

- Eu vou esquecer ele e dessa vez é sério! 

- Assim como eu tentei esquecer do Cody mil vezes, mas não dá, eu gosto dele. -eu disse.

- Acontece que seu irmão sai pegando todo mundo, o meu não! 

- Mas não vai mentir pro Jake de novo. -disse Ruby.

- Alli, eu te disse que hoje mesmo ele tava te olhando conversando com o Tyler quase chorando! -falei.

- To nem aí. -ela respondeu.


~POV Blair~

Fomos para o quarto de Math e deitamos em sua cama, não houve nada mais do que uns "pega" porque eu não quis. É sério, eu fiquei traumatizada depois de termos feito e ele ter mentido, agora tenho medo como se fosse ser a primeira vez de novo. 
O bom foi que ele pediu desculpas. E por que não se aproveitar da situação? Como ele é meio famosinho por causa da irmã e do Cody pedi pra ele postar uma foto comigo e ele postou. Além do mais com uma legenda fofa e coração vermelho no final da frase.

~Seu POV~

Umas 19 horas Cody veio aqui ficar comigo porque as meninas foram em uma balada aí. Ficamos na sala comendo e assistindo tv. 

- Amor, olha essa foto. -eu disse virando o celular pra ele, era uma foto do meu irmão com a Blair. 

- Se a Alli ver vai chorar três dias seguidos. 

- Verdade, vou apagar.

- Isso é coisa que se faça, menina? -ele jogou uma pipoca na minha cara.

- PARA! -disse irritada porque não era a primeira vez que ele fez isso- Vou.

Entrei no instagram dele e apaguei. Larguei o celular um pouco.
Cody veio me beijar mas eu fui pra trás. 

- Vem cáaaa. -ele disse.

- Sai, coisa feia. -ri.

- Só um.

Eu ri, ele parecia mesmo em desespero só por causa disso.

- Vou roubar, querida. Tá pensando que é quem pra falar assim comigo?

Parei de graça e o beijei.

(...) Ficamos assistindo um filme até que bonitinho.

- Ah, por falar nisso, você não sabe o quanto é ruim olhar pela janela e não ver você! A casa tá vazia. -disse Cody. 

- Ainda?

- LÓGICO! -ele respondeu como se eu tivesse perguntado algo óbvio- Só a sua família tem dinheiro pra comprar aquilo!

- É, mas quando eu tô assim, aqui do seu lado, eu esqueço todo o dinheiro. -eu disse me aproximando para beijá-lo.

Bem na hora Alli e Ruby entram gritando:

- A GENTE TEVE QUE PASSAR AQUI ANTES DE IR PRA CASA! -disse Ruby.

- O QUE FOI?! -perguntei com preocupação pois foi do mesmo jeito que Ruby disse.


- VOCÊ. NÃO. SABE. O. QUE. ACONTECEU. -disse Alli com os olhos enormes e azuis arregalados.

CONTINUA? ESTÃO GOSTANDO? O QUE ESTÃO ACHANDO?
Tuesday, 19 August 2014 @ postado Tuesday, August 19, 2014